“As histórias apresentadas pela televisão, pela música popular, pelo cinema – e, sim, pelas mensagens comerciais – moldam grande parte da nossa cultura. Gostemos ou não, as mensagens que criamos ou encomendamos afetam a qualidade da consciência nos nossos tempos.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 376

🔖 Citações que abordam o mesmo tema:

“Nenhum campo de estudo seria mais importante do que a simples observação da realidade humana.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 375

🔖 Leia outras citações que expressam a mesma ideia:

“Usar símbolos religiosos em mensagens comerciais vulgariza esses símbolos e, desse modo, destrói as próprias instituições e ensinamentos que genuinamente satisfariam a sede espiritual mais profunda do mundo de hoje.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 370

“Todo conhecimento exige responsabilidade.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 364

“Se pararmos para pensar em quantas pessoas estão encontrando no consumo o único significado que têm na vida, não nos sentimos orgulhosos; sentimo-nos tristes ou mesmo ultrajados.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 361

“Por trás de qualquer conjunto de valores repousa um arquétipo.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 348

🔖 Leia outra citação que aborda o mesmo tema:

“As empresas que desfrutam um sucesso duradouro possuem valores centrais e um propósito central que permanecem fixos enquanto suas estratégias e práticas empresariais se adaptam constantemente a um mundo em mutação.”

James C. Collins e Jerry I. Porras

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 347

“Talvez você já conheça a história dos três operários da construção civil: perguntou-se a cada um deles o que estava fazendo – o primeiro disse que estava quebrando pedras; o segundo disse que estava fazendo o que o chefe mandou; o terceiro disse que estava construindo uma catedral!”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 345

🔖 Leia a mesma história contada de uma outra maneira por outro livro:

“‘No mundo medieval’, carpinteiros, secretários e jardineiros não se viam como criaturas que executavam tarefas servis, porque ‘cada um deles tinha um deus-padroeiro – Saturno, Mercúrio e Vênus, respectivamente -, indicando que, em cada caso, temas de profunda importância para a alma são encontrados na labuta cotidiana.”

Thomas Moore em “Cure of the soul: a guide to cultivating depth and sacredness in everyday life”  

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Páginas: 341 a 342

“As coisas produzidas também têm alma. Apegamo-nos a elas e nelas encontramos significado, bem como valores profundamente arraigados e cálidas lembranças.”

Thomas Moore em “Cure of the soul: a guide to cultivating depth and sacredness in everyday life”  

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 341

🔖 Outra citação que aborda o mesmo tema:

“Para dar ao mundo do consumidor as propriedades do mundo do herói esportivo, uma campanha deve, em primeiro lugar, dar ao herói esportivo as propriedades do consumidor.”

Mr. Riggins

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 332

🔖 Outra citação que aborda o mesmo tema:

“Idolatria é uma coisa. Identificação é outra coisa bem diferente. Se o objetivo é estabelecer a identificação, é preciso dar ao herói esportivo uma escala humana.”

Mr. Riggins

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 330

🔖 Outra citação que aborda o mesmo tema:

“As palavras e imagens que cercam o Prestativo são suaves, elas nutrem, acalmam e renovam nossa confiança. O vocabulário visual e verbal do Herói é enérgico, dramático, inspirador e pleno de propósito.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 317

“As pessoas que são heroicas, descobrimos, geralmente não se identificam com os Heróis. Elas se veem como criaturas que apenas fazem o que precisa ser feito.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 315

“As marcas são confiáveis na medida em que tudo o que fazem seja coerente.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 308

“Levei muitos anos e apanhei muito até dar valor às coisas conhecidas, familiares. Isso porque, como jovem redator, meus instintos me mandavam evitar o familiar e abraçar o contemporâneo. Mas eu aprendi a lição. Um dos meus mestres foi Jimmy Durante, ‘o narigudo’, com quem trabalhei muitos anos na década de 60. Jimmy aplicava a teoria da familiaridade ao seu humor. Ele acreditava que há dois tipos de humor: o humor da surpresa, que faz você deparar com algo inesperado, e o humor da coisa conhecida – esse é o tipo de humor que as pessoas adoram ouvir repetidas vezes, como crianças ouvindo uma história conhecida antes de dormir. O humor da surpresa desaparece no instante em que a surpresa é revelada. O outro humor melhora com o passar do tempo. Os shows de Jimmy Durante se construíam sobre o segundo tipo de humor – sobre o bem-amado familiar – velhas rotinas que as plateias conheciam de cor e salteado, e ficariam desapontadas se não as ouvissem.”

Carl Hixon, um dos gênios criativos dos dias de glória da Leo Burnett  

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 307

“As histórias, em si, são narrativas poderosas, enraizadas em estruturas profundas que são ao mesmo tempo conhecidas e inéditas: reconhecemos de imediato a profunda verdade humana que elas contêm e, no entanto, ficamos surpresos ao vê-las recontadas de maneira tão nova e inesperada. Com efeito, é a familiaridade surpreendente das histórias arquetípicas que nos faz reconhecê-las instantaneamente, mesmo na rapidez de um comercial de 30 segundos.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 307

“As estruturas do paraíso podem ser muito atraentes para o Governante fatigado que só deseja largar aquele tipo de vida, libertar-se das armadilhas do sucesso e desfrutar dos prazeres cotidianos – em suma, o desejo do Governante de se tornar Inocente. O padrão narrativo do Paraíso Visitado fala a esse anseio: O protagonista inadvertidamente encontra um paraíso terrestre, saboreia sua simplicidade durante um momento, mas então percebe, relutante, que precisa voltar ao seu mundo de sempre.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 302

“Os melhores comerciais, como toda comunicação realmente eficaz, atingem um nervo profundo ou revelam uma profunda verdade; (…).”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 296

“A criança quer ouvir uma boa história centenas de vezes, porque intuitivamente reconhece nela alguma verdade profunda; a criança tem a vaga sensação de que aquela história tem algo importante a lhe contar.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson citando Bruno Bettelheim – The Uses of Enchantment – 1976

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 294