“Os dez motivos mais comuns, que mais inspiram pensamentos voltados para ações, são estes:

O desejo por sexo e amor;

O desejo por alimento;

O desejo por autoexpressão espiritual, mental e física;

O desejo pela perpetuação da vida após a morte;

O desejo por poder sobre os outros;

O desejo por riquezas materiais;

O desejo por conhecimento;

O desejo de imitar os outros;

O desejo de se sobressair sobre os outros;

Os sete medos básicos.”

“Diabo”Napoleon Hill   

Livro: Mais esperto que o Diabo (CDG, 2022 – Escrito originalmente em 1938) | Autor: Napoleon Hill | Página: 174

“Quando não dais nome a um grupo de pessoas, sois obrigado a olhar cada rosto individualmente, e não mais considerais a todos como massa. Por este motivo, sois muito mais vigilante, muito mais observador, muito mais compreensivo; tendes um sentimento mais profundo de piedade, de amor; mas, se os tratais, a todos, como a massa, não lhes dais maior atenção.”

J. Krishnamurti  

Livro: A primeira e última liberdade (Cultrix, 1981 – Primeira publicação em 1954) | Autor: J. Krishnamurti | Páginas: 207 a 208

“Na visão de Baxter, o cuidado com bens externos deveria somente assentar-se sobre os ombros do ‘santo como uma manta leve, que pode ser jogada de lado a qualquer momento’. Mas o destino decretou que o manto deveria tornar-se uma jaula de ferro.”

Max Weber   

Livro: A ética protestante e o espírito do capitalismo (Martin Claret, 2013 – Textos escritos em 1904 e 1905) | Autor: Max Weber | Página: 259

“Há uma grande diferença entre a repetição de um negócio e a fidelidade. Repetição de negócio é quando as pessoas fazem negócio com você várias vezes. Fidelidade é quando elas estão dispostas a abrir mão de um produto melhor ou de um preço melhor para continuar a fazer negócio com você.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 39

“A pressão do grupo funciona porque acreditamos que a maioria ou os especialistas devem saber mais do que nós. Funciona não porque a maioria ou os especialistas sempre tenham razão, mas porque nós temos medo de estar errados.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 34

“As promoções, sejam de ‘compre um e leve dois’ ou as ‘leve um brinde grátis’, são manipulações tão comuns que às vezes esquecemos de que estamos sendo manipulados.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 29

“Alguns homens e mulheres tomam todas as decisões da vida dessa forma. Existe ao nosso redor um universo que acena constantemente, que se insinua nas nossas vidas, despertando e criando o apetite onde antes havia pouco ou nenhum. Nesse tipo de escolha, optamos por algo só porque aconteceu de ele estar debaixo do nosso nariz naquele exato momento. Não é necessariamente o que queremos, mas é interessante; e, quanto mais examinamos, mais irresistível ele nos parece.”

Clarissa Pinkola Estés 

Livro: Mulheres que correm com os lobos (Editora Rocco, 2018 – publicado originalmente em 1992) | Autor: Clarissa Pinkola Estés | Página: 130

“Se pararmos para pensar em quantas pessoas estão encontrando no consumo o único significado que têm na vida, não nos sentimos orgulhosos; sentimo-nos tristes ou mesmo ultrajados.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 361

“As coisas produzidas também têm alma. Apegamo-nos a elas e nelas encontramos significado, bem como valores profundamente arraigados e cálidas lembranças.”

Thomas Moore em “Cure of the soul: a guide to cultivating depth and sacredness in everyday life”  

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 341

🔖 Outra citação que aborda o mesmo tema:

“Não se trata apenas de pesquisas de mercado, de perguntar aos consumidores o que eles querem. Eles geralmente não sabem.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 268

🔖 Leia outras citações que expressam a mesma ideia:

“Muitas marcas e anúncios do Governante apelam para o desejo que todos nós temos de ser bem-sucedidos e importantes.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 254

🔖 Outra citação que aborda o mesmo tema:

“Os consumidores com um arquétipo do Amante altamente desenvolvido gostam de receber atenção individualizada. Apreciam a correspondência ‘para nossos clientes especiais’ anunciando uma promoção que ainda não foi divulgada aos outros clientes. Gostam de um balconista que os conhece pelo nome e pergunta pelos seus filhos. Gostam de ouvir as fofocas sobre a empresa e o que está acontecendo nela.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 200

🔖 Leia outras citações que abordam o mesmo tema:

“A história de amor trágico funciona bem para vender filmes, sabonetes e livros românticos, mas na propaganda a venda está ligada à promessa do final feliz. Outro caso: o ‘gancho’ não está necessariamente no final feliz, mas em manter a tensão do desejo erótico tanto quanto for possível.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 192

🔖 Outra citação que aborda o mesmo tema:

“Quando mais emocionalmente carente for uma pessoa, tanto mais ela buscará a conexão nas transações comerciais. Embora seja triste, essa necessidade também é algo muito real. Você poderá oferecer um serviço e aumentar sua lucratividade na medida exata em que for capaz de satisfazer essa necessidade.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 182

🔖 Outra citação que aborda o mesmo tema: