“Valor é percepção, não cálculo, e essa é a razão pela qual as companhias fazem tanta questão de investir em sua marca. Mas uma marca forte, como todos os outros fatores intangíveis que contribuem para a percepção de valor, começa com um claro senso de PORQUÊ.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 205

“Medir apenas o número de mercadorias vendidas ou o dinheiro gerado não é uma indicação de valor. Valor é um sentimento, não um cálculo. É uma percepção.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 204

“Muitas companhias atribuem um peso desproporcional a seus produtos ou serviços simplesmente porque são essas coisas que fazem o dinheiro entrar. Mas há muito mais coisas que desempenham papel igual quando se fala com o mundo.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 176

“Se, com base nas coisas que veem e ouvem, os que estão do lado de fora forem capazes de se reportar àquilo em que a organização acredita com clareza e consistência, então, e só então, um símbolo pode começar a assumir um significado. Esse é o teste mais autêntico de quão efetivamente se produziu um megafone – quando a clareza é um filtro que atua ao longo de toda a organização e aparece, vívida, em tudo que ela emana.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 175

“Para que uma logomarca se torne um símbolo, as pessoas têm que se inspirar a usá-la para dizer algo sobre quem elas são.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 174

“A maior parte das companhias tem logomarcas, mas poucas foram capazes de convertê-las em símbolos significativos. Como a maioria das companhias são falhas em comunicar aquilo em que acreditam, a maior parte das logomarcas servem como ícones para identificar uma companhia e seus produtos.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 173

“Símbolos que tornam tangível o que é intangível. E a única razão de terem significado é que nós lhes infundimos significado. O significado está em nossa mente, não propriamente nos símbolos. Apenas quando o propósito, a causa ou a crença é clara, é que um símbolo é capaz de exercer grande poder.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 172

“Quando uma companhia é pequena, ela gira em torno da personalidade do fundador. Não se discute se a personalidade do fundador é a personalidade da companhia.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 169

“A visão é a declaração pública da intenção do fundador, é o PORQUÊ de a companhia existir. Ela é literalmente a visão de um futuro que ainda não se concretizou. A declaração da missão é uma descrição da rota, dos princípios que a guiam – COMO a companhia pretende criar aquele futuro.”

Simon Sinek  

Livro: Comece pelo porquê (Sextante, 2018 – 1ª edição 2009) | Autor: Simon Sinek | Página: 154

“As empresas que desfrutam um sucesso duradouro possuem valores centrais e um propósito central que permanecem fixos enquanto suas estratégias e práticas empresariais se adaptam constantemente a um mundo em mutação.”

James C. Collins e Jerry I. Porras

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 347

“As palavras e imagens que cercam o Prestativo são suaves, elas nutrem, acalmam e renovam nossa confiança. O vocabulário visual e verbal do Herói é enérgico, dramático, inspirador e pleno de propósito.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 317

“As marcas são confiáveis na medida em que tudo o que fazem seja coerente.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 308

“Uma maneira ótima de ter sucesso é pegar a onda de um arquétipo que esteja reprimido, mas cujas chamas ainda estão vivas.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 248

“Qualquer empresa que ajude as pessoas a cuidar de si mesmas ou que as ajude a enfrentar suas obrigações com mais facilidade, tem o potencial de obter extremo sucesso nesta nossa sociedade em que homens e mulheres carregam nos ombros o fardo da responsabilidade de cuidar dos outros, além do fardo de suas obrigações profissionais.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 232

“Lembremos que o anseio de pertença faz as pessoas se tornarem amigas das marcas. Muita gente realmente constrói relacionamentos imaginários com as empresas e seus produtos, (…).”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 182

🔖 Outra citação que expressa a mesma ideia:

“Hoje em dia, quando praticamente todos os produtos têm seu próprio logotipo, é importante compreender o apelo dos logotipos. Para o Governante, o logotipo fala de status. Para o Explorador, o logotipo pode ser uma afirmação de identidade. Para o Cara Comum, o logotipo é um meio de filiação, um meio pelo qual a pessoa demonstra sua conexão com as outras que usam aquele produto e se identifica com seu significado de marca.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 181

“O arquétipo do Cara Comum ajuda a acionar os comportamentos e perspectivas que nos permitem adquirir o senso de adequação suficiente para sermos parte do grupo e a capacidade de ver o valor de todas as pessoas, não só daquelas que se destacam.”

Margaret Mark e Carol S. Pearson    

Livro: O herói e o fora-da-lei – Como construir marcas extraordinárias usando o poder dos arquétipos (Ed. Cultrix, 2021 – 1ª Edição 2003) | Autoras: Margaret Mark e Carol S. Pearson | Página: 167