0
(0)

“O certo levado às últimas consequências pode gerar injustiça. A laranja espremida ao máximo se torna amarga. O próprio prazer nunca deve chegar aos extremos. O talento também se esgota quando é exigido demais, e tira sangue em vez de leite quem suga como se fosse um tirano.”

Baltasar Gracián   

Livro: A arte da prudência (Ed. Sextante, 2006 – 1ª Edição publicada em 1647, com nome de “Oráculo manual e a arte da prudência”) | Autor: Baltasar Gracián | Página: 39

O que você achou deste conteúdo?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Please follow and like us:

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *